Tonsura, ordens menores e subdiaconato em Argentina – 2017

Outubro 14, 2017
Fonte: Seminary La Reja

No sábado, 7 de outubro, S.E.R. Mons. Bernard Fellay conferiu a tonsura, ordens menores e subdiaconato no Seminário de Nossa Senhora Corredentora.

Depois de um belo sermão, começou a cerimonia de tonsura, na qual 5 seminaristas do 2° ano (3 argentinos, 1 mexicano e 1 paraguaio), renunciaram ao mundo para consagrarem-se totalmente a Deus, repetindo com o bispo “o Senhor é a parte de minha herança”, parte que já não lhes será tirada, se se mantenham fiéis à seu Senhor.

A Missa continuou e depois do Kyrie chegou o momento da admoestação geral, seguida da administração de cada uma das ordens. Para as primeiras duas ordens menores (hostiário e leitor), os seminaristas do 3° ano (3 da Argentina, 1 do Guatemala, 1 do Brasil) responderam com segurança “adsum” ao escutarem seus nomes, recebendo depois, do Bispo, o poder de guardar as portas da igreja e tudo o que nela se contém, e também a de serem fiéis relatores da palavra divina.

Ao retirarem-se os recém-ordenados, subiu ao altar o seminarista do 4° ano, de Mendoza, Argentina, o qual recebeu as ordens de Exorcista e Acólito, completando assim as quatro ordens menores, pronto para combater e opor-se valentemente à todas as astúcias do demônio e para servir mais estreitamente ao altar apresentando a água e o vinho junto com os sacrifícios e orações de cada dia.

Finalmente a ordenação ao subdiaconato começou com a breve, mas importante admoestação sobre o compromisso definitivo, “Filhos muito amados... se vos agrada perseverar neste santo propósito, aproximai-vos aqui em nome de Deus.” Os 7 admoestados (4 da Argentina, 2 do Brasil e 1 do México) com grande decisão e confiantes na graça de Deus, deram O PASSO definitivo, e então, prostrando-se ao pé do altar, invocaram a intercessão de todos os santos, cantando suas ladainhas. O Bispo então lhes recordou uma vez mais as obrigações às quais se submetiam e a perfeição que lhes exigiria seu novo estado de vida e logo procedeu a ordenação, dando-lhes a tocar um cálice e uma patena, instrumentos de seu novo ministério e impondo-lhes os ornamentos próprios do subdiácono junto com a entrega do Epistolário.

A ordenação se concluiu com o canto da Epístola pelo Subdiácono decano e depois continuou a Missa em ação de graças por tantas bênçãos recebidas.

Ao final da Santa Missa, depois do canto do Magnificat, todos os seminaristas saíram em procissão solene com o canto a São Pio X.

“Sancte Pie Decime, gloriose patrone, ora, ora pro nobis”

Conheça melhor as etapas de ascensão gradual ao sacerdócio.

Galeria de Fotos: Ordens menores e subdiaconato em Argentina – 2017